Compartilhe

O dia das mães não foi nada feliz para essa família de Recife: a filha utilizou o Facebook para expor o marido e sua mãe, que engataram um romance. A postagem viralizou na internet, com uma enxurrada de comentários de pessoas condenando a traição, tanto da mãe quanto do tal marido. Até a hora que eu vi, já eram mais de 20 mil comentários e 3 mil compartilhamentos, e a repercussão foi tamanha que a autora – que havia postado em modo público – excluiu não só a postagem, como aparentemente deletou a sua própria conta do Facebook.

Se você perdeu, o pessoal do site Bhaz conseguiu salvar o print da postagem com o relato na íntegra, bem como reproduzimos o texto ao fim desta matéria. É que não para por aí, na “boa e velha” talaricagem. A moça, que nós vamos chamar de “Carina” (supondo que a exclusão do post tenha sido no intuito de se preservar) deu detalhes bizarros da traição, mostrando que tanto a mãe quanto o marido foram extremamente escrotos com ela – se é que a história realmente ocorreu da forma como ela narrou, mas estamos aqui pela treta e não para entrar na cabeça de quem disse e de quem não disse.

Manhê, sabe o que me aconteceu? Foi assim: Carina passou 78 dias internada na UTI de um hospital, e enquanto lutava pela vida, a mãe “Joice” (também nome fictício) e o marido de Carina se aproximaram, talvez porque compartilhavam da dor de vê-la convalescendo e se viram ambos vulneráveis, e acabaram consumando a traição. Ainda dá pra piorar um pouquinho: a garota afirma que foi largada para morrer no hospital, graças à “mente doentia da mãe”, que supostamente queria matar a própria filha para tomar o seu lugar, levando casa, marido, filho (no caso, neto)…

Não bastasse isso, Joice ainda era casada com o pai de Carina, e com isso a família acabou completamente destruída, segundo palavras da própria. Além do pai de Carina, seus irmãos e seu filho também acabaram atingidos por esses acontecimentos. Na publicação, um de seus irmãos postou um comentário em tom ainda mais agressivo, chamando a mãe de prostituta que fingia estar cuidando do neto quando, na verdade, estava transando com o genro.

Nós não sabemos quando o barril explodiu, mas a jovem escolheu precisamente o dia das mães para publicar o post que acabou viralizando pelos quatro cantos da internet. Leia, a seguir, a íntegra da publicação:

“Parabéns a vc “mãe” pelo seu dia, se é que vc pode ser chamada assim! Obrigada por destruir nossa familia e a vida de várias outras famílias… Obrigada por ter traído a mim e a meu pai e irmãos com MEU MARIDO! Vale salientar, enquanto eu convalescia na UTI de um hospital!!!! Enquanto eu lutava pela minha vida hospitalizada há 78 dias… Hoje posso lhe dizer que você é um MONSTRO e não é digna de ser chamada de mãe. Agradeço ao meu PAI por estar viva, pois por causa da sua mente monstruosa e doentia fui largada por você para morrer na UTI, assim seria mais fácil tpomar minha vida, minha casa, meu marido e meu filho! Sinto lhe dizer que vocÊ não conseguiu ser EU, pois estou VIVA e com o MEU FILHO! Você não é sequer digna de pena, seu fim vai ser triste porque DEUS existe e a justiça dele não falha… vocês dois causaram dor e sofrimento a tanta gente, mas tanta, que existe a lei do retorno! Será que está valendo a pena?! Que Deus tenha misericórdia de vocês… Porque eu lhe garanto que eu, meu pai, meu filho e irmãos vamos passar por tudo isso e seremos muito felizes com a graça de Deus! Fomos apenas vítimas de um ser diabólico como você.”

 

 

Fonte: Não Deixe

Compartilhe