O osteopata Pedro Augusto Guerra se mostra indignado ao lembrar o disparo feito por um vizinho em sua direção dentro de um condomínio de frente para o mar na Avenida Atlântica, em Copacabana. O ataque ocorreu na madrugada de 1º de maio e foi registrado com a câmera de um celular.

Ele não sabe a motivação. Pedro gravou em vídeo o instante em que o tiro foi disparado, após uma discussão entre com o vizinho, o juiz Jorge Jansen Counago Novelle, da 15ª Vara Cível do Rio. O caso só não terminou em tragédia porque a bala desviou na grade de uma janela, abrindo, em seguida, um buraco na parede do edifício.

O juiz ainda mora no condomínio; mas o osteopata saiu do imóvel, que era alugado. Pedro morava em um imóvel de cerca de 400 metros quadrados, um andar abaixo da casa de Novelle. Pelo vão interno de circulação de ar do edifício, um podia ver parte do apartamento do outro.

E foi nesse espaço que ocorreu o incidente, filmado pelo osteopata. Na gravação, enquanto Pedro apoia o celular no parapeito de uma janela, escuta-se um grito que seria do juiz: “Bandido!”. Depois, o magistrado aparece na imagem, na área de serviço de seu apartamento, e faz acusações contra o osteopata.

O Globo

Catolé em Foco

Leia Mais em Catole em Foco
Curta nossa Pagina do Facebook, nos siga no Instagram e Twitter
Entre em nosso grupo do Facebook
Nos mande mensagem no Whatsapp