Compartilhe

Suspeitos do assassinato do jogador Daniel se encontraram em shopping após o crime.

Nele aparecem o empresário Edison Brittes Junior, de 38 anos, sua esposa Cristiana e a filha do casal Allana, na hora do almoço, conversando com outros três homens, que também estiveram na hora do crime. Edson é assassino confesso do jogador e afirma que matou o jogador depois de encontrá-lo tentando estuprar sua esposa em uma festa realizada na casa da família, para comemorar os 18 anos da filha. A versão do empresário foi descartada pelo delegado que investiga o caso.

Durante a conversa, a família aparece conversando com os três homens em momento descontraído. De acordo com a Polícia, na reportagem do Fantástico, Edson Brittes propõe aos homens divulgar uma mesma história, de que Daniel havia deixado a festa pelo portão, criando um elo entre eles, e que caso fosse quebrado, saberia quem teria feito isso, criando um clima de ameaça para as testemunhas.

>>>Clique aqui para ver o vídeo<<<