Compartilhe
Veja Vídeo: Homem desenterra irmão e sai de bicicleta com o caixão
Classifique esse post

Um homem de 29 anos foi detido na noite de domingo após desenterrar o irmão e sair de bicicleta pelas ruas de Prata, no Triângulo Mineiro, levando o caixão. O caso assustou moradores da região e um vídeo mostrando a situação se espalhou pelas redes sociais.

A ocorrência foi registrada por volta das 19h, no Bairro Jardim Brasil. De acordo com a Polícia Militar (PM) da cidade, moradores denunciaram o caso por telefone, dizendo ter visto um homem andando com um caixão e que havia um forte mau cheiro. Um vídeo feito por um morador da região mostra o rapaz empurrando a bicicleta com o caixão sobre ela.

O homem foi abordado por policiais na Rua Carlos Alberto Souza. Conforme o registro do 54° Batalhão da PM, responsável pela região, ele estava transtornado e precisou ser contido e algemado. Detido, ele contou aos policiais que havia retirado do túmulo o caixão contendo os restos mortais do irmão, morto há cerca de um ano. Ele disse ter feito isso por sentir saudades e também teria contado que sonhou com ele.

 Ainda segundo a PM, familiares do homem disseram que ele vem apresentando transtornos mentais desde a morte do rapaz. Ele foi levado para o pelotão da PM local e assinou um termo para prestar depoimento à Polícia Civil nos próximos dias, sendo liberado logo depois.
Segundo a assessoria de imprensa da Policia Civil, será instaurado um inquérito policial referente à violação da sepultura. A principio, ele pode ser indicio pelo artigo 210 do código penal – violar  sepultura ou urna funerária –. A pena pode chegar de 1 a 3 anos de prisão.

A funerária da cidade levou o caixão para o Cemitério Municipal de Prata, onde foi sepultado novamente. A assessoria de imprensa da prefeitura de Prata informou que um vigia faz a segurança do cemitério das 6h às 18h e explica que a invasão ocorreu após a saída do funcionário. A  prefeitura diz que o local é bem iluminado, próximo de outros bairros, mas que o homem pode ter pulado o muro em um ponto mais escuro nos fundos do imóvel. Ainda segundo a assessoria, a prefeitura deve analisar quais medidas podem ser tomadas depois do ocorrido.