Compartilhe
Veja Vídeo: Para fugir de agressões de marido, mulher se joga de prédio
Classifique esse post

Uma mulher de 23 anos tomou uma medida drástica para fugir do marido violento, de 27 anos. Em mais um caso de violência doméstica, dessa vez registrado em Manaus, a jovem decidiu se atirar do 2° andar do prédio onde mora com o companheiro para que ele parasse com as agressões. O homem foi preso assim que as autoridades chegaram no local, mas foi liberado após pagar a fiança. Já a mulher, pode ficar paraplégica após a queda. O crime aconteceu ainda na manhã da última terça-feira (9).

A briga começou dentro do apartamento do casal, na Avenida Comendador José Cruz, no bairro Lago Azul, que está localizado na Zona Norte de Manaus. O homem, que foi identificado como Diego Felipe Pereira Santana, estaria embriagado e começou a brigar com a jovem esposa por causa de ciúmes. Para as autoridades, o suspeito teria afirmado que começou as agressões por desconfiar a que a mulher estaria saindo com outro homem. Após começar com a briga, de maneira violenta, a esposa não viu outra alternativa se não jogar-se do prédio.

A delegada responsável pelo caso, Débora Mafra, contou que o homem chegou já embrigado, pegou a cabeça da dona de casa e bateu contra a parede, causando a primeira lesão. A vítima, identificada como Taiane Falcão Rio, aproveitou o momento em que o agressor foi até a cozinha e se jogou do apartamento. Conforme a autoridade, Taiane quis tirar a própria vida porque não queria morrer nas mãos do suspeito. A delegada comentou que o homem fez diversas ameaças contra a mulher.

Após a vítima cair no solo, o agressor ainda tentou pegar o corpo e arrastar para o seu carro. Mas, nesse momento, moradores e vizinhos já acompanhavam toda a situação e não deixaram o suspeito chegar perto da jovem esposa. A mulher foi atendida pelo Samu e levada para uma unidade de saúde. Lá, foi identificado que ela está com uma vértebra lesionada e por causa disso, pode ficar paraplégica.

Já os vizinhos contam que estão com medo do suspeito, que fez diversas ameaças contra eles também. O agressor pagou uma fiança de R$ 2,5 mil para ficar solto, mas terá que responder por lesão corporal e injúria.

News 24hrs