A Polícia está investigando um assassinato que aconteceu na cidade de São Luiz, capital do Maranhão. A vítima foi identificada como Kleber Vieira Gama, de 22 anos. Kleber era um velho conhecido das autoridades locais e estava foragido da Justiça desde o começo do mês de janeiro. O corpo do rapaz foi encontrado no final do mês passado dentro de uma vala na cidade de Imperatriz, também no Maranhão.

As primeiras informações levantadas pela polícia, davam conta de que o crime aconteceu devido à vítima ter divulgado 3 vídeos onde ele aparece mantendo relações sexuais com uma jovem de 18 anos. Conforme informações, os vídeos foram descobertos pelo pai da menina e, para a polícia, é o principal suspeito de ter assassinado Kleber com ajuda de amigos.

Os vídeos foram divulgados em grupos de WhatsApp na localidade e logo se tornaram virais em todo o país.

Os vídeos

O primeiro vídeo indecente tem uma duração de um pouco mais de um minuto e foi gravado pela vítima dentro de uma casa, que, ao que tudo indica, era o local onde ele estava se escondendo da polícia. Durante a gravação, é possível ouvir uma música tocando com palavras de baixo calão. O segundo vídeo tem dois minutos de duração e também foi gravado dentro de uma residência.

As imagens mostram com clareza o rosto da filha do acusado de ter assassinado Kleber. O último vídeo também tem 2 minutos de duração, porém, este foi gravado dentro de uma mata e a própria filha do acusado é quem grava todo o encontro amoroso. No final o vídeo, a menina olha para a câmera, faz um gesto de um “salve” e diz “valeu”.

O assassinato

O pai da garota, após ficar sabendo dos vídeos, chamou alguns amigos e começou a procurar o traficante.. Em um vídeo divulgado nas redes sociais a vítima aparece com as mãos amarradas com uma venda nos olhos. Em seguida, é alvejado com um tiro na cabeça e outros tiros são disparados sem seguida.

Histórico da vítima

Kleber era um presidiário foragido da polícia, condenado por estupro, tráfico de drogas e roubo. O rapaz fazia parte de uma facção criminosa muito conhecida e temida na localidade o G6. Segundo informações, as autoridades locais estavam à procura da vítima desde do dia 12 de janeiro, porém, as buscas por Kleber não tiveram sucesso. Até que um cadáver foi localizado dentro de uma vala no final do mês.

Policiais que atenderam a ocorrência relataram que as tatuagens da vítima tinham sido arrancadas. Investigações da polícia apontam que o homem foi morto assim que os vídeos íntimos foram divulgados na internet. Apesar de no vídeo da execução do traficante aparecer os autores do crime, nenhum deles foi presos. O caso continua sendo investigado pelas autoridades locais.

>>>CLIQUE PARA VER O VÌDEO<<<

Blasting News

 

Catolé em Foco

Leia Mais em Catole em Foco
Curta nossa Pagina do Facebook, nos siga no Instagram e Twitter
Entre em nosso grupo do Facebook
Nos mande mensagem no Whatsapp