Nesta segunda-feira, o Chelsea anunciou que o zagueiro John Terry vai deixar o clube ao final da temporada. Em comunicado oficial, o clube diz que as partes chegaram a um acordo e todos em Stamford Bridge “gostariam de expressar a enorme gratidão a John e desejar a ele toda sorte no futuro”.

– John nos deu mais de duas décadas de dedicação e serviços excepcionais. Neste tempo ele mostrou o maior orgulho em vestir a camisa do Chelsea, algo que ele fez em 713 ocasiões desde que estreou em 1998, marcando 66 gols. Ele é o terceiro que mais jogou pelo clube e foi capitão 578 vezes, um recorde – disse a nota.

Em campo, Terry é o jogador mais vitorioso da história do Chelsea, clube que defende desde 1998. O defensor iniciou sua carreira como profissional nos azuis de Londres, de onde saiu apenas em 2000, quando foi emprestado ao Nottingham Forest.
Terry venceu uma Liga dos Campeões, uma Liga Europa, quatro Campeonatos Ingleses, cinco Copas da Inglaterra e três Copas da Liga Inglesa, somando 14 títulos no total. Com a chegada de Antonio Conte no início da temporada, o zagueiro acabou perdendo espaço.

– Tenho muito a dizer e muitas pessoas para agradecer nesse ótimo clube. De treinadores a companheiros de equipe e comissão técnica, aos torcedores, que me deram muito apoio durante os anos. Não posso agradecer o suficiente. Vou decidir meu futuro mais para frente. Por agora eu estou empenhado em ajudar o time a atingir o sucesso nesta temporada – falou.

– Palavras não podem descrever o amor que eu tenho por este clube e seus incríveis torcedores. Gostaria de agradecer cada um, do fundo do meu coração, pelo apoio inacreditável que me mostraram nestes anos. Vocês significam o mundo para mim e todo troféu que eu ganhei durante meu tempo aqui, nós ganhamos juntos. Nunca esquecerei o jornada incrível que eu vivi. Muito obrigado, por tudo – completou.

Catolé em Foco

Leia Mais em Catole em Foco
Curta nossa Pagina do Facebook, nos siga no Instagram e Twitter
Entre em nosso grupo do Facebook
Nos mande mensagem no Whatsapp