Compartilhe

O homem de 35 anos que foi preso na noite da última quarta-feira (8) no município de Alagoa Grande, Brejo da Paraíba, suspeito de tentar envenenar a própria família, já havia sido condenado em outra ocasião por dois crimes na mesma cidade.

De acordo com a delegada Maria da Soledade, que está à frente do caso, ele já foi autuado por homicídio e tentativa de homicídio, crimes que o próprio confessou na Delegacia de Polícia de Alagoa Grande. Além dessas infrações, a família revelou que o rapaz costuma ser agressivo quando ingere bebida alcoólica, e recentemente tentou abusar sexualmente da própria mãe.

“Eu acho que esse cidadão é um psicopata, porque segundo a mãe, ele tentou agarrá-la no dia anterior, para ter relação sexual com ela. Aparentemente ele é normalíssimo, mas usa drogas, bebe e pratica coisas erradas na cidade. Ele confessa esse crime [envenenamento], bem como os anteriores”, explica Maria da Soledade.

O suspeito foi detido em flagrante ao tentar envenenar seis pessoas da família durante um jantar: a mãe, duas irmãs, um cunhado e dois sobrinhos menores de idade. Ele utilizou veneno para matar ratos, popularmente conhecido como “chumbinho”. Porém, ao colocar a substância no arroz, as crianças presenciaram o ato e o denunciaram à família.

“Ele disse que colocou para ele próprio comer junto com a família. Só que ele não comeu, colocou mas não comeu. Ele simplesmente queria matar todo mundo, e é reincidente. Tem um homicídio em Alagoa Grande e uma tentativa de homicídio também. Já é albergado por conta desses crimes. Agora, ele atentou contra a vida de toda a família, caracterizando tentativa de homicídio”, complementou a delegada.

O caso ainda está em investigação, mas o homem foi preso e encaminhado à Cadeia Pública do município.

Com T5

Compartilhe