Compartilhe
Suspeito de matar PM em João Pessoa é assassinado e corpo é jogado de carro na BR-101
Classifique esse post

Um dos suspeitos de participação na morte do tenente Ulysses, há cerca de um ano, no bairro de Mangabeira, foi assassinado na tarde deste domingo (21) e o corpo foi encontrado em uma rodovia entre a Paraíba e Pernambuco.

Jefferson dos Santos Nascimento, 19 anos, que era investigado e chegou a ser preso por sua participação no assassinato do tenente, foi morto a tiros e o corpo foi jogado de dentro de um carro no meio da estrada, na altura do Posto Fiscal de Cruz de Almas, em Caaporã.

A motivação do crime ainda está sendo investigada. Os suspeitos fugiram e até a publicação da reportagem eles não tinham sido identificados e presos.

Assassinato do Tenente

O tenente da Polícia Militar, de 33 anos, foi morto após ser baleado no bairro de Mangabeira VIII, na Zona Sul de João Pessoa, no dia 04 de fevereiro de 2016, durante uma averiguação em um conjunto habitacional.

O militar foi baleado nas costas e não resistiu, aos ferimentos, após ser socorrido e levado para o Complexo Hospitalar Governador Tarcísio Burity, conhecido como Ortotrauma de Mangabeira.

O alvo das investigações seria um rapaz, filho de outro policial militar, que estava sendo investigado por porte ilegal de armas. Durante a averiguação, houve uma troca de tiros e o tenente foi baleado.

O policial militar pai do jovem que estava sendo investigado foi detido e levado para a Central de Polícia Civil de João Pessoa.

Oito pessoas foram detidas por suspeita de envolvimento com a morte do tenente da Polícia Militar Ulysses Costa. Segundo a Polícia Civil, dos oito detidos, seis ficaram presos, sendo que quatro foram ouvidos pelos delegados da Central de Flagrantes, por porte ilegal de armas e tráfico de drogas, e outros dois foram ouvidos na Central de Homicídios, por envolvimento direto na morte do policial.

 

FONTE: PB HOJE