Compartilhe

RESUMÃO

O JOGOQUE ESTRELA!

Era vida ou morte para o San Lorenzo. Era o primeiro jogo como profissional da carreira de Cristian Nahuel Barrios, de 18 anos. Em seu primeiro toque na bola como jogador no time de cima do Ciclón, o pequenino meia, de 1,56m, testou para as redes da Universidad Católica e manteve o time argentino vivo na Libertadores. Com gol dele, aos 40 do segundo tempo, o Cuervo venceu os chilenos por 2 a 1 nesta terça-feira, pela quarta rodada do Grupo 4 da competição, e segue com sonho de se classificar. O resultado é bom para Flamengo e Atlético-PR, que se enfrentam nesta quarta. Se vencer, os cariocas podem disparar na liderança. O Furacão, por sua vez, pode terminar a rodada na ponta.

DESTAQUEPRIMEIRO TEMPO

A primeira etapa começou melhor para os chilenos. O time de Mario Salas era mais organizado, se mantinha mais no ataque e, nos pés de Noir e Buonanotte, criava as melhores chances. Com muitos erros de passe e pouca objetividade, o San Lorenzo demorou a engrenar. Mas contou com a bola parada para mudar a situação. Aos 35 minutos, Belluschi cobrou escanteio da direita, Angeleri desviou, e Blandi, de voleio, emendou para o gol: 1 a 0. A vantagem animou os donos da casa, que mantiveram o ritmo e foram para o intervalo com a vitória parcial.

DESTAQUEEXPULSÃO, EQUILÍBRIO E VITÓRIA DO CICLÓN

A segunda etapa foi mais equilibrada. Navarro, que substituiu o experiente Torrico – titular do San Lorenzo desde 2012 -, mostrou que pode assumir o posto definitivamente. O goleiro salvou a vida do Siclón pelo menos duas vezes. Mas não evitou o empate aos 32 minutos. Em bom contra-ataque, Cordero recebeu na boa dentro da área, puxou para o pé esquerdo e finalizou bem: 1 a 1. No entanto, a situação do time chileno levaria apenas um minuto para ficar complicada. Foi o tempo que o zagueiro Kuscevic levou para tomar o segundo amarelo e ser expulso de campo. Com mais homens em campo, Diego Aguirre se arriscou. Lançou o meia Barrios e o atacante Ávila. Barrios, de 1,56m e 18 anos, fazia sua primeira partida como profissional. E seu primeiro toque no time principal do Cuervo foi para o gol. Aos 40, ele testou para as redes e definiu a vitória que dá sobrevida à equipe argentina: 2 a 1.

DESTAQUESOPRO DE ALÍVIO

A vitória desta terça não significa apenas uma sobrevida ao San Lorenzo na Libertadores. É também um alívio para o técnico Diego Aguirre. Em 2017, o uruguaio perdeu seis de seus 11 jogos oficiais no clube. O Ciclón foi derrotado em três dos últimos quatro jogos no Campeonato Argentino. Um empate diante da Católica seria suficiente para decretar a saída do ex-treinador de Inter e Atlético-MG. No entanto, com o triunfo, Aguirre deve seguir no comando.

DESTAQUECOMO FICA?!

O San Lorenzo conquistou sua primeira vitória na Libertadores, mas ainda é lanterna do Grupo 4. Tem quatro pontos, mesma pontuação do Atlético-PR, mas com saldo de gols menor. A Univesidad Católica tem cinco pontos e é a segunda, mas pode ser ultrapassada pelo Furacão. O Flamengo segue na ponta, com seis pontos, e só perde a liderança caso seja derrotado pelos paranaenses nesta quarta. Na próxima rodada, o Ciclón visita o Atlético-PR na Arena da Baixada, no dia 3 de maio, e a Católica pega o Flamengo no Maracanã, no mesmo dia. Veja a tabela completa!

 

Leia mais notícias em Catolé em Foco, nos siga nas redes sociais =>Facebook, Instagram e Twiter.
Entre em nosso grupo do Facebook e do whatsapp. Contato (83) 9.9980-8979 - Email: [email protected]