Cardydja Rachell de Oliveira Sousa, de 22 anos, natural de Mossoró foi presa no início da tarde desta sexta feira 11 de maio, ao tentar entrar com documento falsificado para visitar um detento na Cadeia Pública “Manoel Alves Pessoa Neto” em Caraúbas, no Oeste do Rio Grande do Norte.

Ela confessou que queria entrar na unidade prisional para visitar o interno Antônio Misael Barbalho. De acordo com a direção do presídio, a jovem já tem um cartão de visita da Penitenciária Agrícola Doutor Mário Negócio em Mossoró, onde fazia visita ao interno José Odorico da Silva Júnior.

O diretor da Cadeia Pública, Sérgio Ildefonso Gomes, informou que quando ela tentou fazer uma carteira de visita como companheira de Antônio Misael, os agentes fizeram um levantamento e ao cruzarem os dados foi descoberto a farsa.
Foi constatado que ele também tem outro documento como companheira de José Odorico, sendo que os dois documentos contem endereço diferentes.

Além de ser comprovado duas uniões estáveis e dois comprovantes de residências falsos, Cardydja Rachell vai responder por falsificação de documentos públicos e crime de bigamia.

Os agentes penitenciários conduziram a acusada para a Delegacia de Polícia Civil de Caraúbas, onde foi ouvida pelo delegado titular, Dr. Cristiano Othon, que encaminhou a mulher para o Pavilhão Feminino da Penitenciária Mário Negócio, em Mossoró.

Fonte: Icem Caraúbas

Catolé em Foco

Leia Mais em Catole em Foco
Curta nossa Pagina do Facebook, nos siga no Instagram e Twitter
Entre em nosso grupo do Facebook
Nos mande mensagem no Whatsapp