Ainda véspera de Natal, a polícia registrou uma agressão a uma mulher residente no bairro Walfredo Gurgel, e caso quase termina em tragédia, embora a intervenção de terceiros. A agressão, segundo dados da polícia, foi motivada por ciúmes do agressor, que também saiu machucado por ele próprio, e logo socorrido para o H.R.S.

Daniel da Penha Silva, tem 23 anos de idade e é cabeceiro, natural de Catolé do Rocha, no vizinho Estado da Paraíba, e tem convívio familiar com a jovem caicoense Moniele Flávia da Silva, 29 anos. Há pelo menos 3 anos o casal divide o mesmo teto. Devido à agressão, ela também procurou o HRS com um corte por sobre um supercílio.

O caso foi devidamente registrado na delegacia de Polícia Civil na cidade de Caicó. O agressor, também agredido, foi conduzido à plantão e deve responder o crime de “Maria da Penha”, já que tem união conjugal com Moniele Flávia. Vítima tem uma filha de 10 anos, que não é filha do agressor, que presenciou as cenas de violência.

Blog Jair Sampaio