Menos de 48 horas após dá entrada no setor de terapia intensiva do hospital do Trauma de Campina Grande, a jovem Maria Edilânia Vieira, de 17 anos (foto), que morava no sítio Logradouro, zona rural de Paulista, não resistiu e faleceu.

A informação foi confirmada ao Blog do Naldo Silva, pelo setor de Serviço Social do Trauma na manhã deste sábado (22).

De acordo com uma Assistente, Edilânia morreu por volta de 1h30 da madrugada quando os médicos se preparavam para realizar uma cirurgia nela, que havia sofrido várias fraturas no acidente acontecido na manhã de quinta-feira (13), próximo a Pombal.

Ela ficou uma semana internada na UTI do hospital regional de Pombal, e, de acordo com a equipe médica, respondia de forma positiva à medicação e aos estímulos.

A sua mãe, Verônica, e o irmão, José, morreram no local batida entre dois veículos, que também causou a morte do advogado pombalense Sávio Wanderley, de 24 anos.

O único sobrevivente do acidente foi o motorista da caminhonete que teria sido a causadora da colisão: Samuel Oliveira Santos, de 38 anos.

O corpo da adolescente será encaminhado ao IML de Campina Grande e só depois liberado para sepultamento, que deverá ocorrer em Paulista.

Catolé em Foco
Fonte: Blog do Naldo Silva