Apesar da tragédia, empresa Viva Locações sequer esperou a polícia chegar no local da tragédia e retirou rapidamente o veículo envolvido na tragédia. Quando a polícia chegou para fazer a perícia, só estava o corpo da vítima já em óbito.

Se eles ao menos tivessem tirado caminhão para socorrer a vítima estavam certos, mas não foi o que aconteceu. A empresa retirou o caminhão o que nos impediu fazer a perícia no veículo envolvido no acidente, disse o delegado.

Segundo informações do delegado Nilo Siqueira, no momento do acidente o motorista estava sem equipamentos de segurança e quando tentava remover caçamba, a corrente se soltou e atingiu profissional na cabeça, o que o levou a morte instantânea.

Ainda segundo informações da polícia, o caso esta sendo investigado e o proprietário e responsável pela empresa também será indiciado. Ele deverá prestar depoimento sobre o ocorrido, para averiguar a culpabilidade da empresa na tragédia.

Catolé em Foco com GPS na mídia